Source files of fsfe.org, pdfreaders.org, freeyourandroid.org, ilovefs.org, drm.info, and test.fsfe.org. Contribute: https://fsfe.org/contribute/web/ https://fsfe.org
You can not select more than 25 topics Topics must start with a letter or number, can include dashes ('-') and can be up to 35 characters long.
 
 
 
 
 
 
fsfe-website/news/nl/nl-201010.pt.xhtml

93 lines
8.7 KiB

<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<html newsdate="2010-10-04">
<head>
<meta http-equiv="content-type" content="text/html; charset=UTF-8" />
<title>Boletim de notícias da FSFE - Outubro de 2010</title>
</head>
<body>
<h1>Boletim de notícias da FSFE - Outubro de 2010</h1>
<p newsteaser="yes">Em esta edição discutiremos o termo enganoso "condições justas, razoáveis e não discriminatórias" (FRAND), vamos explicar o que estamos a fazer no referente a sistemas de computação centralizada e ao Internet Governance Forum (IGF), e atualizar as informações sobre a nossa campanha em andamento para acabar com a publicidade de software privativo por instituições públicas.</p>
<p>A FSFE comemora o Software Freedom Day com uma variedade de eventos e atividades a nível local. Organizamos palestras e estandes em Berlim, Bonn, Hamburgo, Colônia, Offenburg (Alemanha), Zurique (Suíça) e Haia (Holanda). <a
href="/events/SFD-2010.html">Com as nossas atividades</a> chegamos a novos públicos, e explicamos-lhes por que é que o Software Livre vai tornar-se tão importante como a liberdade de imprensa ou a liberdade de reunião.</p>
<h2>Por que a FRAND exclui o Software Livre?</h2>
<p><a href="/news/2010/news-20100907-01.html">Pedimos às empresas europeias de Software Livre</a> que participaram de uma pesquisa das atitudes dos negócios para a aceitação da inclusão de patentes em padrões industriais. Um assunto essencial na pesquisa era saber se as patentes que oferecem cobertura as normas devem ser licenciadas livres de direitos (como o W3C recomenda), ou se deveriam ser licenciadas sob as chamadas "condições justas, razoáveis e não discriminatórias" (FRAND).</p>
<p>As FRAND são um equívoco porque os termos são muitas vezes injustos, irracionais e altamente discriminatórios, particularmente para o Software Livre. Realmente, as FRAND só são justas e razoáveis para um pequeno círculo das mais poderosas empresas de software.</p>
<p>Pagar royalties de 0,000001 cêntimos por cópia por aplicar uma norma pode parecer justo à primeira vista, mas essa taxa tornaria impossível a distribuição de um aplicativo como Software Livre. O Software Livre garante o direito de compartilhar com os outros. Então, quando as empresas de Software Livre vendem o seu software não sabem quantas pessoas irão, finalmente, acabar usando-as. Torna-se impossível estimar a quantidade total de direitos devidos aos titulares das patentes; as empresas de Software Livre serão incapazes de competir com os seus concorrentes privativos e o conjunto do Software Livre seria prejudicado.</p>
<p>Incentivamos as empresas de Software Livre para que respondam a este inquérito, a fim de que as suas opiniões foram ouvidas e os interesses do Software Livre estiveram representados no resultado do estudo. Infelizmente, os pressupostos implícitos da pesquisa resultavam tendenciosos para as grandes corporações com "empregados de normalização" dedicados a fornecer informações detalhadas. Recebemos respostas dizendo que era muito difícil e às vezes impossível para as pequenas e médias empresas preencher o questionário. Vamos destacar este fato, assim como a nossa crítica geral nos vindouros processos, <a
href="/projects/os/ps.html">como fizemos no passado</a>.</p>
<h2>O Fórum de Governança da Internet ficou na nuvem.</h2>
<p>O Internet Governance Forum (IGF) é um fórum de discussão política global da Organização das Nações Unidas, estabelecido como resultado da Cimeira Mundial da ONU sobre a Sociedade da Informação (CMSI). Acompanhamos constantemente o IGF para garantir que as discussões políticas não prejudiquem a liberdade digital em geral e ao Software Livre em particular. Karsten participou do Fórum em Vilnius, Lituânia e apresentou a sua palestra <a href="http://blogs.fsfe.org/gerloff/?p=391">"Os dados na nuvem: Onde encaixam os Padrões Abertos?"</a>.</p>
<p>Ele chamou a atenção sobre as possíveis soluções para as ameaças da computação na nuvem, incluindo a possibilidade de os usuários administrem os seus próprios servidores, fáceis de administrar e sempre ligados, o que poderia oferecer serviços web, de correio, jabber, e de microblogging preconfigurados. Ele também debateu com YaCy, GNU Social, sobre Aplicativos Angel e outros aplicativos de Software Livre que apresentam alternativas descentralizadas diante do domínio dos serviços privativos.</p>
<p>Atualmente estamos a trabalhar na procura de maneiras de promover uma maior utilização de aplicativos que utilizam modelos distribuídos, de modo que o controle do software também é distribuído entre os usuários. Como resultado temos integrado o <a href="http://www.yacy.net">mecanismo de busca distribuída YaCy</a> na nossa página web e agora estamos testando os seus resultados. Michael Christen, desenvolvedor de YaCy falará na nossa rolda de palestras <a
href="/events/fscons-2010.html">"Dividir e reconquistar: recuperar o controle das nossas comunicações"</a> na FSCONS, que se concentra em questões de centralização de serviços chave da Internet.</p>
<h2>Publiciade de software privativo apresentada por instituições públicas</h2>
<p>Cada dia as instituições públicas anunciam software privativo nas suas páginas web. Ligam para software privativo de leitura de pdf e, assim, recomendam que os visitantes usem software privativo. <a
href="/freesoftware/society/democracy.html">O software privativo prejudica a nossa sociedade</a>, e é particularmente inadequado que as instituições públicas o aprovem desnecessariamente. Algumas instituições públicas chegam tão longe que até afirmam que só é possível visualizar os seus arquivos PDF com o leitor privativo que eles recomendam, e isso é simplesmente falso. Existe muito <a
href="http://www.pdfreaders.org">Software Livre de leitura de PDF</a> que proporciona aos usuários uma clara opção de escolha sobre qual leitor desejam utilizar.</p>
<p>Para aumentar a conscientização sobre esse comportamento, começamos a nova campanha PDF readers, e começamos a recolher relatórios das instituições infratoras, e assinaturas de petição que concordam com que esta prática deve ser corrigida.</p>
<p>Os anúncios de leitores PDF gratuitos são, em muitas ocasiões, anúncios de software privativo, e por isso não os incluímos em pdfreaders.org. As páginas web públicas não devem incluí-los, já que a promoção de um leitor privativo por diante de outro leitor dá uma vantagem injusta, e apoia a existência de monopólios de software.</p>
<p>Desde o 13 de setembro, voluntários de todo o mundo ajudaram na campanha. No momento no que se redactou este boletim, apresentaram-se mais de 1369 denúncias deste tipo de publicidade em 39 países. 762 indivíduos, 20 organizações e 21 empresas assinaram a "Petição para a remoção da publicidade de software privativo em páginas web públicas". Surpreendentemente, a página web da campanha está disponível em 10 idiomas, a página da petição em 11, e pdfreaders.org em 18.</p>
<h2>Colabore</h2>
<p>Este mês, pedimos-lhe que apoie a nossa campanha PDFreaders:</p>
<ul><li>Localize e <a
href="/campaigns/pdfreaders/pdfreaders.html">denuncie a publicidade de software privativo</a> em páginas web que pertencem a instituições públicas.</li>
<li>Assine a nossa <a href="/campaigns/pdfreaders/petition.html">Petição para a remoção da publicidade de software privativo em páginas web públicas</a>.</li>
<li><a
href="/contribute/translators/translators.html">Traduza as páginas web desta campanha para a sua língua</a>.</li>
<li>Averigue se no seu país é <a href="http://blogs.fsfe.org/maelle/?p=60">ilegal para as instituições públicas proporcionar publicidade desleal para empresas particulares </a>e informe-nos.</li>
<li>Averigue e informe-nos sobre quanto dinheiro custaria no seu país conseguir uma publicidade online em páginas web comparáveis às das instituições públicas que contêm os anúncios.</li>
<li>Informe aos demais sobre a campanha e o que eles podem fazer para ajudar.</li></ul>
<p>Atentamente<br/>
Matthias Kirschner</p>
<p>-- <br />
<a href="/index.html">Free Software Foundation Europe</a><br />
<a href="/news/news.rss">FSFE News</a><br />
<a href="/events/events.rss">Upcoming FSFE Events</a><br />
<a href="http://planet.fsfe.org/en/rss20.xml">Fellowship Blog Aggregation</a><br />
<a href="/contact/community.html">Free Software Discussions</a> </p>
</body>
<tags>
<tag>newsletter</tag>
<tag>Matthias Kirschner</tag>
<tag>FRAND</tag>
<tag>IGF</tag>
<tag>PDF</tag>
<tag>campaigns</tag>
<tag>PDFreaders</tag>
</tags>
<timestamp>$Date: 2010-09-01 17:21:04 +0200 (mer. 01 sept. 2010) $ $Author: mk $</timestamp>
<translator>pcgaldo</translator>
</html><!--
Local Variables: ***
mode: xml ***
End: ***
-->