Source files of fsfe.org, pdfreaders.org, freeyourandroid.org, ilovefs.org, drm.info, and test.fsfe.org. Contribute: https://fsfe.org/contribute/web/ https://fsfe.org
You can not select more than 25 topics Topics must start with a letter or number, can include dashes ('-') and can be up to 35 characters long.

news-20101018-01.pt.xhtml 3.5KB

1234567891011121314151617181920212223242526272829303132333435363738394041
  1. <?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
  2. <html newsdate="2010-10-18">
  3. <head>
  4. <meta http-equiv="content-type" content="text/html; charset=UTF-8" />
  5. <title>2286 sítios web públicos que anunciam software não-livre</title>
  6. </head>
  7. <body>
  8. <h1>2286 sítios web públicos que anunciam software não-livre</h1><!--@ translators : please do not translate the comments, they will help me integrate the figures. Thx, maelle-->
  9. <p newsteaser="yes">
  10. Durante a campanha <a
  11. href="/campaigns/pdfreaders/pdfreaders.html">pdfreaders.org</a> da Free Software Fundation Europe, os ativistas do Software Livre de 41 países têm relatado 2286 instituições do sector público que anunciam leitores de PDF não-livres nos seus sítios web. A FSFE vai contatar estas instituições, tentando conseguir que sejam suprimidos tantos anúncios de leitores de PDF não-livres PDF quanto seja possível antes de acabar o ano. Os progressos realizados serão documentados na <a
  12. href="/campaigns/pdfreaders/buglist.html">lista das instituições relatadas</a>.</p>
  13. <p>
  14. "As entidades públicas têm direito de tentar tornar as coisas fáceis para os cidadãos, explicando como abrir os arquivos nos seus sítios web. Mas ao publicitar software não-livre, "estão fazendo um desserviço aos cidadãos", diz Karsten Gerloff, presidente da Free Software Foundation Europe. "Os governos democráticos estão supostamente para nos dar a liberdade, e não conduzir-nos à dependência de um único fornecedor de software."
  15. </p>
  16. <p>A maioria das versões do formato de arquivo PDF são <a href="/activities/os/os.html">Padrões Abertos</a>, mas os leitores anunciados são privativos. Estes anúncios ajudam a construir uma marca a uma empresa concreta de software não-livre. O setor público torna-se um canal de comercialização para essa empresa e os seus produtos, tornando mais difícil para os <a href="http://www.pdfreaders.org">leitores de PDF do Software Livre</a> ganhar quota de mercado.</p>
  17. <p>"Estamos francamente surpresos com a quantidade de respostas que temos", diz Matthias Kirschner, coordenador da Fellowship da FSFE. "O número de relatórios que recebemos mostram que o problema é endêmico em todos os níveis do setor público." Em apenas quatro semanas, centenas de ativistas de 41 países apresentaram 2286 <a href="/news/2010/news-20100913-01.html">relatórios sobre propaganda de software não-livre</a> à FSFE. Além de que já 37 organizações, 45 empresas e
  18. 1418 indivíduos têm apoiado a petição da FSFE solicitando aos órgãos públicos remover os anúncios de software não-livre dos seus sítios web. "Isto mostra que muitas pessoas na Europa se preocupam do Software Livre e estão dispostos a manter-se ativos para ajudar a que o setor público resolva o problema da publicidade", continua Kirschner. </p>
  19. <p>A FSFE incentiva as instituições públicas a suprimir anúncios de software não-livre dos seus sítios web, ou pelo menos mudar os seus sítios web para que não discriminem o <a
  20. href="/about/basics/freesoftware.html">Software Livre</a>. Em Fevereiro de 2009 os <a
  21. href="http://fellowship.fsfe.org">Fellows da FSFE</a> iniciaram <a
  22. href="http://pdfreaders.org/">pdfreaders.org</a>, um sítio web que cataloga Software Livre de leitura de PDF para os principais sistemas operativos. O sítio web também fornece recomendações baseadas em uma série de critérios práticos, tais como a integração com o sistema operacional e a facilidade de instalação.</p>
  23. </body>
  24. </html>
  25. <!--
  26. Local Variables: ***
  27. mode: xml ***
  28. End: ***
  29. -->